Category Archives: Ciência cidadã

Oficina SISS-Geo Zoonoses Urbanas / Fiocruz

Durante os dias 18, 19 e 20 de agosto, na RPPN Regua –  Reserva Ecológica de Guapiaçu, a equipe do SISS-Geo Fiocruz em conjunto com a equipe técnica da Coordenação Geral de Zoonoses, da Coordenação Geral de Arboviroses e de Sistemas do Ministério da Saúde, trabalharam unindo esforços para a integração das zoonoses silvestres e urbanas no SISS-Geo.

A escolha da RPPN REGUA como local da oficina ocorreu pelo alinhamento das equipes envolvidas nos esforços de aproximar instituições governamentais e ONGs aos objetivos para a concretização de inciativas para a Saúde Única, além da logística e do ambiente confortável e seguro para a realização de oficinas de trabalho.

A OFICINA SISS-Geo Zoonoses Urbanas foi um encontro híbrido com participações presenciais na Lodge REGUA, em Cachoeira de Macacu, no Rio de Janeiro e on-line. A atividade é parte estratégica do Projeto piloto para a estruturação e ampliação do Sistema de informação em Saúde Silvestre (SISS-Geo) aos hospedeiros de zoonoses urbanas.

Mais informações em: http://www.biodiversidade.ciss.fiocruz.br

Participantes da oficina SISS-Geo realizada pela Fiocruz (© Luiz Gomes e Marcelo Galheigo).

Desafio da Natureza Urbana 2021: Baía de Guanabara, RJ, Brasil.

Micaela, Eric e Nicholas se preparando para o Bioblitz (© Thomas Locke).

Participamos do Desafio da Natureza Urbana 2021: Baía de Guanabara, RJ, Brasil, que durou do dia 29 de abril até o dia 03 de maio. Contamos com a visita do Eric Fisher, que teve um importante protagonismo neste desafio.

O objetivo desta Bioblitz foi registrar a maior quantidade de organismos (animais, plantas, fungos e musgos) possível, além de estarmos fazendo parte de uma DISPUTA mundial, entre mais de 400 cidades e regiões de 40 países dos 5 continentes, em que poderemos mostrar a grande diversidade biológica existente nos ambientes aquáticos (manguezais, lagoas e mar), nas planícies e montanhas (mata atlântica e restinga) e nas áreas urbanas (residências, jardins, ruas, praças, praias, parques e jardins) da região em que estamos inseridos.

Eric e Nicholas em busca de insetos (© Micaela Locke).

Foram feitas cerca de 2.1400 observações, com a participação de 88 entusiastas da Natureza e identificação de 880 espécies até o momento! Não pudemos abrir este evento ao público devido à pandemia, mas não queríamos deixá-lo passar em branco tampouco. Já contamos com ótimas observações e estamos entusiasmados em continuar praticando a ciência cidadã, através do Inaturalist.

 

Link do projeto: https://www.inaturalist.org/projects/desafio-da-natureza-urbana-2021-baia-de-guanabara-rj-brasil

Uma breve atualização sobre o Inaturalist.

Jean-Paul, criador do projeto REGUA Bioblitz 17-24 November 2020, teve como objetivo de viagem realizar diferentes Bioblitz pela região montanhosa de Nova Friburgo, e também aqui na REGUA, em Cachoeiras de Macacu. Os resultados foram super positivos, apesar do período de Pandemia não ter permitido a participação de mais interessados em fotografar a natureza. O nosso Bioblitz durou uma semana e contou com a observação de mais de 1.000 espécies e identificação de 470 espécies dentro da própria comunidade Inaturalist.

Jean-Paul realizando suas observações para serem adicionadas à Plataforma Inaturalist (© Nicholas Locke).

Jean-Paul teve a oportunidade de conhecer algumas áreas interessantes da REGUA, como “Valdenor” no Estreito, área de transição composta por ambientes restaurados e florestas secundárias; a trilha verde, acompanhado do Rildo de Oliveira, que patrulha a região mais alta e conservada da REGUA, o “Fragmento”, onde há um antigo remanescente de floresta em bom estado de conservação; e o Vecchi, distante 15 km da REGUA, composto por áreas abertas, que proporcionam uma boa observação da biodiversidade local.   

 

Jean-Paul fotografou diversas mariposas graças à parede que é iluminada por uma lâmpada especial que contém vapor de mercúrio, super estimulante para as mariposas.

Mariposa da Família Notodontia encontrada na REGUA (© Jean-Paul Boerekamps).

Dentro as diversas observações está uma mariposa pertencente à família Notodontidae – subfamília Dioptinae. Segundo o nosso especialista em Lepidoptera Jorge Bizarro, esta não é uma espécie tão fácil de ser avistada, fato que dificultou a sua identificação. Foi possível descobrir que ela pertence à subfamilia Dioptinae, grupo de mariposas neotropicais que voam durante o dia, muitas das quais exibem uma coloração brilhante de asas. Mesmo não sendo uma tarefa tão simples, compartilhar observações na plataforma Inaturalist permite pôr em prática a ciência cidadã e a troca de conhecimento dentro de uma comunidade curiosa e disposta a identificar diferentes espécies pelo mundo. Esse processo permite que os especialistas, os amantes de algum grupo de animais ou plantas, curiosos e apaixonados pelo mundo natural possam trocar ‘figurinhas’.   

 Mesmo que o Bioblitz tenha terminado, ainda contamos com o REGUA Biodiversity Celebration que até o fim de ano deve chegar a 10.000 observações. A ideia é que todos que tenham fotografado alguma espécie de fauna ou flora na REGUA possam contribuir com um maior número de observações fazendo o ‘upload’ de fotos, mesmo elas sendo mais antigas. Quer contribuir para conseguirmos alcançar esse resultado? Entre no https://www.inaturalist.org/projects/regua-biodiversity-celebration e adicione a sua observação!