Pesquisa com Anuros em poças artificiais

Fragmento selecionadopara a conduçãodoexperimento (© Micaela Locke).

O João Souza está desenvolvendo seu trabalho de campo na REGUA e seu projeto de mestrado analisa, de forma experimental, como áreas fragmentadas podem afetar a produção secundária de girinos em uma área de matriz no bioma de Mata Atlântica. Essa pesquisa pretende demonstrar a importância de árvores isoladas na manutenção de processos ecossistêmicos naturais. Como parte desses processos ecossistêmicos está o fluxo de energia (entrada e saída) – representada pela luz solar, que não é reciclada, – e pela matéria, biomassa presente em todos os níveis tróficos, que é continuamente reciclada.  

Girino coletado que será levado para o laboratório para ser identificado (© Micaela Locke).

Esses fluxos fazem com que ocorram processos de produção no ambiente. Essa produtividade é classificada em Produtividade Primária Bruta (PPB), Produtividade Primária Líquida (PPL) e Produtividade Secundária Líquida (PSL).

A produtividade primária bruta corresponde ao quanto de matéria orgânica é sintetizada pelos seres produtores em determinada região em certo período. Quanto maior a taxa de fotossíntese, maior será a produtividade primária bruta. A luz, o gás carbônico, a água, a temperatura e os sais minerais são alguns fatores que interferem na fotossíntese. Já a energia contida na biomassa dos organismos autotróficos, medida durante um determinado intervalo de tempo, corresponde à produtividade primária líquida. 

O aluno JoãoSouza realizando a coleta de girinos (© Micaela Locke).

 A produtividade secundária líquida refere-se ao total de biomassa armazenada no corpo de um herbívoro, em determinado intervalo de tempo, correspondendo à energia que ele conseguiu absorver dos alimentos que ingeriu – já contabilizadas as taxas de gasto de energia de seu metabolismo. 

Nesse sentido, o desenvolvimento da pesquisa do João pode apresentar importantes resultados que demostrem a importância da conservação de nossas áreas de vegetação para manutenção de um importante processo ecossistêmico natural – a produção secundária, e principalmente poder entender como o grupo dos anuros, que é o táxon de vertebrados com maior número de espécies ameaçadas, é afetado pela perda de vegetação.